Pular para a barra de ferramentas

Fronteiras do MERCOSUL

Além de seus avanços. a integração regional não estabeleceu nem o fim das fronteiras nem as diferentes interações que ali têm lugar. A integração regional significou um novo canal de diálogo e cooperação além da colaboração bilateral histórica, na América do Sul, a partir dos Comitês de Fronteira.

As fronteiras são espaços interestatais onde se condensan as relações de proximidade entre as populações locais e onde estão presentes, e também se relacionam, diferentes níveis de Estados. Os países do MERCOSUL desenvolveram políticas nacionales, e também governos intermediários e locais, para a redução de assimetrías e o fortalecimento da integração cidadã.

O programa Fronteiras do Instituto Social do MERCOSUL chama atenção para a multidimensionalidade da fronteira como oportunidade para o desenho de políticas públicas de coordenação e articulação para o bem-estar social.

Este Programa busca canalizar recursos do sistema de cooperação internacional para o desenvolvimento com o objetivo de fortalecer as capacidades específicas que os própios territórios demandam em áreas estratégicas para o bem comum e a coesão social. 

Da mesma forma, este programa persegue a consolidação da coesão social em zonas de fronteira do MERCOSUL para facilitar a integração real de atores, agendas, políticas e meios financeiros que brindam sustentabilidade ao desenvolvimento regional e à proteção ambiental do patrimônio comum.

Projetos:

Juventudes e Fronteiras
no MERCOSUL

 
 
 

Parceiro: UNFPA

Cooperação Transfronteriça em matéria de saúde com ênfase na facilitação da mobilidade de pacientes

Parceiro: EUROsociAL+

Acompanhe nossa atuação nas redes para não perder nenhuma atividade em fronteira