Pular para a barra de ferramentas

Escola de Governo do ISM apresenta segunda iniciativa de desenvolvimento profissional

21 Maio

Escola de Governo do ISM apresenta segunda iniciativa de desenvolvimento profissional

Nesta semana, a Escola de Governo do Instituto Social do MERCOSUL lançou sua segunda iniciativa de desenvolvimento profissional do Programa 2020, com o curso “Planejamento e Territorialização da Agenda 2030”. A atividade contou com a participação da coordenadora nacional da Comissão ODS (Paraguai), embaixadora Estefanía Laterza, a diretora do Instituto Latino-Americano de Política Econômica e Social (ILPES) da CEPAL, Dra. Cielo Morales, e o diretor executivo do Instituto Social do MERCOSUL, Juan Miguel González Bibolini. Um total de 840 pessoas se registraram na web do ISM para participar da atividade virtual.

A embaixadora Laterza destacou a importância de contar nesta nova etapa com um ISM reformualdo e que vem priorizado programas específicos para a promoção da integração social regional, com o objetivo de apoiar o bem-estar e o progresso de nossas comunidades. Mencionou a importância da Agenda 2030 para o Paraguai e a para a região, já que se trata de uma agenda de consenso entre os países do bloco, e que a territorialização desta agenda corresponde a todos, sendo um esforço coletivo. Destacou ainda que uma série de iniciativas vêm sendo idealizadas entre a Comissão ODS e o ISM, que poderão gerar novos produtos e realizações em breve.

González Bibolini agradeceu a Comissão ODS e ILPES pela realização do curso em conjunto e destacou o interesse da comunidade no evento. Mencionou que a abertura da Escola de Governo é parte de um processo de reconfiguração do ISM, em que foram iniciados e fortalecidos programas para o desenvolvimento profissional, a pesquisa aplicada por meio do Obseratório MERCOSUL dos ODS, o Diálogo de Assunção para a Agenda Social e Agenda 2030, assim como o programa de Fronteras no MERCOSUL. “Entendemos a Escola de Governo como um espaço de reflexão, que permitirá ampliar a profundidade de análise e a preparação de funcionários e funcionárias públicas, diretores e líderes sociais em relação a temas sociais”. “Com a pandemia, fica evidente que é necessário reorganizar planos e projetos em função do desenvolvimento inclusivo e sustentável”, disse. 

Morales apresentou a trajetória do ILPES em torno à formação de profissionais e técnicos governamentais que trabalham com o planejamento econômico e social desde a década de 50 e sobre a atuação atual, que inclui a promoção de espaços de intercâmbio, capacitação e reflexão a autoridades políticas e a responsáveis pelo desenho e implementação de políticas. Ressaltou a importância das alianças estratégicas do ILPES/CEPAL com processos regionais e sub-regionais de integração, como o MERCOSUL, em especial para temas vinculados ao planejamento e territorialização da Agenda 2030. “O planejamento, em momentos de incerteza como este, é mais importante que nunca. A integração regional e subregional são vitais. Precisamos mais ainda de integração regional produtiva e tecnológica na região, de mais cooperação e multilateralismo”.

A atividade foi transmitida pelo canal de YouTube do ISM e pode ser assistida aqui.

Sobre o curso

 

Oferecido por ISM, ILPES e Comissão ODS Paraguai no âmbito da Escola de Governo do ISM, o curso “Planejamento e Territorialização da Agenda 2030” é gratuito, certificado, totalmente virtual e conta com 60 vagas. O processo segue aberto até o dia 5 de julho. A candidatura deve ser realizada por meio de formulário disponível em http://www.ismercosur.org/es/curso-agenda2030/, e inclui envio de Carta de Motivação, Certificado e currículo para análise. As aulas terão início em 20 de julho.