Escola de Governo celebra o ingresso de SELA e Fonplata ao Diplomado em Inovação e Tecnologia Social

15 mar

Escola de Governo celebra o ingresso de SELA e Fonplata ao Diplomado em Inovação e Tecnologia Social

A Escola de Governo de Políticas Sociais do Instituto Social do MERCOSUL celebra o ingresso do Sistema Econômico e Latino-Americano e do Caribe (SELA) e o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento dos Países das Margens do Prata (Fonplata) ao grupo de sócios do Diplomado em Inovação e Tecnologia Social, coorganizado pelo Instituto Social do MERCOSUL com a Universidade Católica do Uruguai (UCU) e o Policy Lab. SELA e Fonplata são sócios-chave na região para o intercâmbio de boas práticas e a promoção de projetos inovadores para o desenvolvimento sócio-econômico e ambiental.

 

Este é o segundo diplomado da Escola de Governo. O processo de inscrição foi finalizado em 15 de fevereiro com 604 candidaturas completas. Foram recibidas candidaturas de cidadãos de 21 países. A maioria das candidatas e dos candidatos são de Argentina (113), Brasil (103), Uruguai (103) e Paraguai (97). Além disso, 74 são de Colômbia, 25 de Peru e Equador, 17 de Chile, 16 de Bolívia e 11 de Venezuela.

Considerando o âmbito de trabalho, 252 atuam no âmbito público, 250 no âmbito privado, 80 em associações e organizações sociais e 22 no âmbito internacional.

As candidaturas estão em avaliação por um Comitê de Seleção, que comunicará em breve os resultados, por meio da página http://www.ismercosur.org/dits e por e-mail.

Escola de Governo

A Escola de Governo de Políticas Sociais do Instituto Social do MERCOSUL é um âmbito de atualização e especialização para a alta direção pública, com foco em políticas socio-econômicas, culturais e ambientais, orientadas a tomadores de decisão e fazedores de políticas públicas do setor governamental, privado e não governamental.

Inaugurada em abril de 2020 na sede do ISM em Assunção, dispõe de uma oferta de cursos e oficinas que se desenvolvem em associação com renomadas universidades, centros de pesquisa regionais e organismos internacionais. Seu corpo de professores está integrado por especialistas do MERCOSUL e internacionais, com experiência na gestão de políticas públicas vinculadas à integração regional.