Atividade de encerramento do Diploma ICFM lançará a Rede de Intercâmbio de Conhecimento Fronteiriço

16 nov

Atividade de encerramento do Diploma ICFM lançará a Rede de Intercâmbio de Conhecimento Fronteiriço

No dia 1º de dezembro, às 18h em Assunção, Paraguai (18h em Brasília, Buenos Aires e Montevidéu), o Instituto Social MERCOSUL, o Instituto Missioneiro de Estudos Superiores (IMES), a Universidade Nacional de Itapúa (UNI) e a Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI) realizarão a atividade de encerramento do Diploma de Integração Cidadã, Fronteiras e MERCOSUL (ICFM). Na ocasião, uma nova estratégia será lançada pelas instituições vinculadas ao curso, a Rede de Intercâmbio de Conhecimento Fronteiriço “Fronteira-Sul”. A atividade será virtual, gratuita e aberta a todas pessoas interessadas. Para participar, inscreva-se em http://www.ismercosur.org/event/cierre-ricf/ .

Participarão deste webinar o diretor executivo do Instituto Social do MERCOSUL, Juan Miguel González Bibolini, o vice-governador da Província de Misiones, Carlos Omar Arce, a reitora da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Cátia Maria Nehring, o reitor da Universidade Nacional de Itapúa, Hildegardo González Irala, o reitor do Instituto Missioneiro de Estudos Superiores, Mariano Pianovi, e a aluna do Diploma de Integração Cidadã, Fronteiras e MERCOSUL, Carolina Ocar. A atividade será moderada pelo chefe de Promoção e Intercâmbio de Políticas Sociais do ISM, Nahuel Oddone.

Sobre o curso

Inaugurado em junho de 2020, o Diploma de Integração Cidadã, Fronteiras e MERCOSUL (ICFM) foi especialmente elaborado para quem trabalha com temas relacionados à gestão social e cidadania em fronteiras. Foram selecionados 100 alunos dos quatro países do MERCOSUL para esta primeira edição do curso, que também deverá ser realizado no próximo ano.

Sobre a Rede de Intercâmbio de Conhecimento Fronteiriço

Aproveitando a massa crítica do curso, considerada fundamental para fortalecer os processos de integração cidadã e inovação social na fronteira, os sócios apresentarão a proposta da Rede de Intercâmbio de Conhecimento Fronteiriço. O objetivo é instalar o portal “Fronteira-Sul”, que poderá funcionar como um centro de informação em torno da fronteira do MERCOSUL e formar uma rede de intercâmbio entre academia e pesquisadores e responsáveis pelo desenho de políticas públicas locais, fronteiras nacionais e regionais.