Bienvenidos/as al Portal del Instituto Social del Mercosur

A segunda Conferência de Alto Nível das Nações Unidas sobre Cooperação Sul-Sul (PABA+40) foi realizada em Buenos Aires de 20 a 22 de março. Antes da conferência, o Instituto Social do MERCOSUL organizou, com o Ministério da Saúde e Desenvolvimento Social da Argentina e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o evento paralelo intitulado “As Contribuições da Cooperação Sul-Sul para a dimensão social do MERCOSUL para um desenvolvimento sustentável”. Mais de 80 pessoas participaram da atividade, incluindo representantes de organizações internacionais, de órgãos nacionais da região, acadêmicos e outros interessados.

Por parte do ISM, estiveram no evento o diretor executivo, José Felício, e o chefe do Departamento de Promoção e Intercâmbio de Políticas Sociais, Nahuel Oddone. Felício participou das sessões de abertura e encerramento com outras autoridades e mencionou a importância do evento e da cooperação para o desenvolvimento de atividades. Por sua vez, Oddone apresentou o estudo realizado pelo ISM para fortalecer a articulação e o alinhamento entre as diferentes diretrizes dos eixos do Plano Estratégico de Ação Social (PEAS) do MERCOSUL com os objetivos dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Em outra sessão, os representantes da área internacional dos Ministérios de Desenvolvimento Social da Argentina, Vanesa Wainstein, do Paraguai, José Soler, e do Uruguai, Pedro Schinca, apresentaram experiências em cooperação de seus órgãos.

BAPA+40

O chefe do Departamento do ISM, Nahuel Oddone, participou do plenário da segunda Conferência e de várias atividades organizadas por atores considerados importantes para o Instituto, como o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), a Secretaría Geral Ibero-Americana (SEGIB), o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA), a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), o Sistema Econômico da América Latina e Caribe (SELA), a Agência Presidencial de Cooperação Presidencial (APC) de Colômbia e a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO).

Desenvolvida 40 anos após o histórico Plano de Ação de Buenos Aires, participar da atividade, de acordo com Oddone, proporciona uma oportunidade significativa para revisar as lições aprendidas, identificar novas áreas e mecanismos onde a cooperação Sul-Sul e triangular podem agregar valor e ter maior impacto, e comprometer-se a um acompanhamento adequado e sistemático do progresso das metas e indicadores dos ODS no âmbito do sistema das Nações Unidas. “Concordamos que quanto mais a Cooperação Sul-Sul for medida, mais evidências poderão ser reunidas para justificar mais recursos para o desenho de políticas públicas que apoiem ​​a cooperação para o desenvolvimento. Quanto mais quantificação, mais valorização da cooperação Sul-Sul para o desenvolvimento”, disse ele.

Fotos: Min. de Saúde e Desenvolvimento Social da Argentina





Copyrights © 2018 - Instituto Social del MERCOSUR - Av. Santa Teresa, 2763 c/ Denis Roa - Tel. +595 21 614909 - Asunción, Paraguay